segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Marilda Bernadete Colombo Liberato, a conterrânea escritora aniversaria hoje


Marilda Colombo Liberato, nasceu na primavera 1960, filha de Mário André Colombo  e Catarina Menani  Colombo, em uma família grande e feliz, são em 10 irmãos. 
É casada com José Francisco Liberato e mãe de Vitor e Livia. 
Viveu  sua infância e estudou até a quarta série na escola rural do Bairro Congonhas, onde a família possui propriedade desde 1929. A família Menani, sobrenome de origem materna, foi uma das famílias desbravadoras do Bairro, que data de 1899.
Continuou seus estudos de nível médio, em Itajobi.
Especializou-se em Administração de Marketing com MBA executivo. Graduou-se Bibliotecária e desde 1984 atua como bibliotecária nas Faculdades Dom Pedro II, reside em São José do Rio Preto.
Faz trabalho voluntário como Bibliotecária, na Igreja Menino Jesus de Praga, aqui em São José do Rio Preto. 
Sua formação como bibliotecária, o contato muito próximo com os livros e os laços que tem com a família, fez com que tivesse interesse em escrever sobre história. 
Seu primeiro livro lançado em 2007 cujo título: “Bairro Congonhas: o desbravamento, sua história, seu povo”, foi muito bem aceito pela população local e o segundo livro, com o título: “Itajobi: Pedra Preciosa”, lançado em 2011. 

2 comentários:

Anônimo disse...

Marilda,
Sou Élis Sversut, filho de Palmira Meneni, e neto de Carlos Menani. Somos natural de Bilac sp, e parece que meu avô Carlos Menani foi de Itajobi sp. Hoje resido em Araçatuba.
Meu e-mail elissversut@ig.com.br, telefone 18-36230557 - comercial e 18-36253041 - residencial e 18-81843838. Aguardo contato.
Élis

Unknown disse...

"Itajobi: Terra preciosa"
Escrito pela bibliotecária e historiadora Marilda Bernadete Colombo Liberato, a obra conta a história da cidade de Itajobi (terra dos violeiros Liu e Léu, Zico e Zeca, Vieira e Vieirinha, e Abel, da dupla Abel e Caim), localizada na região de São José do Rio Preto, no Noroeste Paulista. Marilda escreveu também “Bairro Congonhas: o desbravamento, sua história, seu povo”.
FONTE: www.carlosferreirajf.blogspot.com