sábado, 17 de julho de 2010

Espetáculos locais estreiam neste domingo no FIT

Dezessete espetáculos compõem a programação deste domingo (18/7) do FIT -Festival Internacional de Teatro de São José do Rio Preto. Entre as atrações, também estão montagens de rua, espetáculos internacionais, nacionais adultos e peças para crianças e todos os públicos. Quem abre a grade de programação dos espetáculos rio-pretenses é a Companhia Azul Celeste, com a peça “Cem Gramas de Dentes”, que se apresenta em duas sessões no Teatro Municipal Humberto Sinibaldi Neto, às 19 horas e às 21h30. A montagem discute relações sobre comportamento, ética, exercício do poder e violência física e psicológica as quais seus personagens estão submetidos. Com texto de Bosco Brasil, famoso dramaturgo brasileiro, e sob a direção de Georgette Fadel, a peça já participou de mais de dez festivais, entre eles o FILO -Festival Internacional de Londrina e o Festival Internacional de Brasília, ambos em 2009. Além da estreia dos grupos locais, a programação segue com mais onze espetáculos. O Teatro Nelson Castro recebe a peça infantil “A Mulher que Matou os Peixes e os Outros Bichos”, às 16 horas e às 19 horas, com entrada gratuita. Na Praça Jornalista Leonardo Gomes, a Cia. Elevador de Teatro Panorâmico (SP) apresenta o espetáculo “A Hora em Que Não Sabíamos Nada Uns dos Outros”, às 16 horas. Outro palco para as apresentações deste domingo é o ECO Santo Antônio, que recebe a peça “AquiDentro AquiFora” do grupo OPOVOEMPÉ (SP). A apresentação será às 16 horas. A Swift receberá em seus espaços quatro espetáculos. No Espaço 1, a companhia americana New York City Players apresenta “Ode ao Homem que se Ajoelha”, às 19 horas e 21h30. No Espaço 2, a montagem “Hagoromo, O Manto de Plumas” recria para a linguagem da dança-teatro a peça de Motokiyo Zeami, um dos mais importantes dramaturgos do teatro Nô, às 21h30. O Espaço 3 recebe as peças “A Inquietude”, da Cia. Teatro do Movimento (RJ), às 19 horas, e a mistura Brasil/Alemanha “FatzerBraz”, em que artistas brasileiros e alemães oferecem ao espectador do FIT a oportunidade única de assistir a um espetáculo ainda em processo de produção, que será apresentado pela primeira vez ao público em Rio Preto, com sessão às 21h30. A peça “Las Julietas”, do Uruguai, será apresentada nesse dia 18 no SESI – Teatro Waldemar de Oliveira Verdi, em duas sessões, às 19 horas e 21h30. O Distrito de Talhado também está no roteiro deste domingo, e receberá o grupo espanhol Kamchàtka, às 10 horas, com a montagem de rua “Kamchàtka”. No período da tarde, às 16 horas, o grupo se apresenta em Engenheiro Schmitt. Seguindo a programação, há ainda os espetáculos nacionais “Corra Como um Coelho”, da Cia. dos Outros (SP) às 19 horas no Teatro da UNIP, e “Dentro Fora”, do grupo teatral In-Co-Mo-De-Te (RS), às 19 horas, no Teatro do SESC. O FIT é apresentado pela Petrobras. O evento é realizado pela Prefeitura de São José do Rio Preto, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, e SESC SP, com patrocínio da Caixa Econômica Federal e Oi, apoio da Funarte, Proac e Governo do Estado de São Paulo e apoio cultural da Unip e SESI. No Espaço 4 da Swift, Roberto Alvim, curador do Festival, entrevista Richard Maxwell, um dos dramaturgos norte-americanos mais provocativos e experimentais da atualidade. Às 15 horas, com entrada gratuita. É sugerido chegar com uma hora de antecedência, já que o número de participantes é limitado a 60 lugares.

Festival Internacional de Teatro
de São José do Rio Preto

Dia: 18/7 (domingo)
Assessoria de Comunicação FIT: (17) 3223.2432
site: www.festivalriopreto.com.br

Programação Dia 18/7 (domingo)

ENSAIOS DE DRAMATURGIA
Roberto Alvim e Richard Maxwell
São Paulo/ SP --- New York / Estados Unidos
15H, SWIFT - ESPAÇO 4
KAMCHÀTKA
Kamchàtka
Barcelona/ Espanha
10h – DISTRITO DE TALHADO
16H – ENGENHEIRO SCHMITT
LAS JULIETAS - MONTEVIDEO/ URUGUAI
Marianella Morena
19h – SESI - TEATRO WALDEMAR DE OLIVEIRA VERDI
21H 30 – SESI - TEATRO WALDEMAR DE OLIVEIRA VERDI
ODE, AO HOMEM QUE SE AJOELHA
Cia. New York City Players
New York/ Estados Unidos
19H – SWIFT - ESPAÇO 1
21H30 – SWIFT - ESPAÇO 1
FARTZERBRAZ - ALEMANHA – BRASIL / BERLIM –SÃO PAULO
andcompany&Co.
21H30 – SWIFT - ESPAÇO 3
A INQUIETUDE
Cia. Teatral do Movimento
Rio de Janeiro/ RJ
19H – SWIFT - ESPAÇO 3
DENTROFORA
In.Co.Mo.De-Te
Porto Alegre/ RS
19H – SESC TEATRO
CORRA COMO UM COELHO
Cia. dos Outros
São Paulo/ SP
19H – TEATRO UNIP
HAGOROMO, O MANTO DE PLUMAS
Emilie Sugai e Fabio Mazzoni
São Paulo/ SP
21H30 – SWIFT - ESPAÇO 2
AQUIDENTRO AQUIFORA
Opovoempé
São Paulo/ SP
16H – ECO SANTO ANTÔNIO
A HORA EM QUE NÃO SABÍAMOS NADA UNS DOS OUTROS
Cia. Elevador de Teatro Panorâmico
São Paulo/ SP
16H – PRAÇA JORNALISTA LEONARDO GOMES
A MULHER QUE MATOU OS PEIXES E OUTROS BICHOS
Mariana Lima
São Paulo/ SP
16h – TEATRO NELSON CASTRO
19H – TEATRO NELSON CASTRO
CEM GRAMAS DE DENTES
Cia. Azul Celeste
São José do Rio Preto/ SP
19h – TEATRO MUNICIPAL HUMBERTO SINIBALDI NETO
21H30 – TEATRO MUNICIPAL HUMBERTO SINIBALDI NETO

Um comentário:

Leca disse...

Perdidamente...
Poesia de Florbela Espanca

Ser poeta é ser mais alto, é ser maior
Do que os homens! Morder como quem beija!
É ser mendigo e dar como quem seja
Rei do Reino de Áquem e de Além Dor!

É ter de mil desejos o esplendor
E não saber sequer que se deseja!
É ter cá dentro um astro que flameja,
É ter garras e asas de condor!

É ter fome, é ter sede de Infinito!
Por elmo, as manhãs de oiro e de cetim...
É condensar o mundo num só grito!

E é amar-te, assim, perdidamente...
É seres alma, e sangue, e vida em mim
E dizê-lo cantando a toda a gente!